quinta-feira, 28 de julho de 2011

Ser feliz

Foto: site WeHeartIt


Todos queremos, mas será que fazemos por onde merecer?

E o que é felicidade? É um estado momentâneo da alma, ou uma reunião de bons momentos, que se constroem com o tempo, dedicação e carinho?
Sim, carinho. O primeiro carinho que devemos dedicar é a nós mesmos. Se cuidar, se ver como alguém capaz de tal feito. Se aceitar.

Aceitação. Palavrinha que merece destaque para se alcançar a tal felicidade. Aceitar-se como você é, melhorando cada vez mais, mas tendo em mente que nem tudo é mutável em apenas dois dias. Aceitar o outro. Nem sei o que mais é complicado...
Você nasce com o direito de ser feliz. Mas onde há direitos, há deveres a se cumprir. Cumpra o dever firmado consigo de acordar a cada manhã (às vezes à tarde também, hehe), respirar com profundidade, olhar pela janela, e afirmar: - sou feliz, apenas por estar aqui!
Amores que se foram? Problemas com a família? Trabalho chato? Sem grana, sem tempo? Calma!! Quem disse que a felicidade está te cobrando isso tudo? Que nada!

Felicidade quer de você apenas o esforcinho diário de sorrir. Mas não é sorrir apenas quando se ouve uma piada, ou quando se bebe um choppinho com amigos. É sorri assim bem fundo, um sorriso que vem lá de dentro dos rins, passa pelo coração (e lá fica um pouquinho, abastecendo), desvia entre o trajeto da garganta e... aparece no semblante! Esse sim é um sorriso sincero. Ele primeiro percorreu todo o seu ser, tomou consciência de todas as suas carências, todas as tristezas mal cuidadas e todos os sapos engolidos, para depois sair em seus lábios, meio assim de ladinho, como quem diz:

Ah...eu sei meu amor, você está num momento meio difícil. Mas sabe? Eu também vi, lá no seu coração, sentimentos muito bons. E na sua mente, nossa! Vi detalhes das melhores coisas que já aconteceram a você. E quer saber? Você vai ser feliz meu bem, pode apostar!